Moscas minadoras

  • Sintomas

  • Causador

  • Controle biológico

  • Controle químico

  • Medidas preventivas

Moscas minadoras

Agromyzidae

Inseto


Resumo

  • Linhas sinuosas irregulares e de coloração cinza nas folhas, delimitadas pelas nervuras da folha.

Hospedeiros(as):

Macieira

Feijão

Pimentão e Pimenta

Berinjela

Ervilha

Pepino

Abóbora

Abobrinha

Tomateiro

Repolho

Batata

Feijão-mungo

Feijão-guandu

Grão-de-bico

Algodoeiro

Soja

Other

Cebola

Quiabo

Amendoim

Mangueira

Mamoeiro

Ornamental

Sintomas

Linhas irregulares ou sinuosas, de coloração cinza claro, aparecem em ambas as superfícies das folhas, à medida que a larva se alimenta. Esses caminhos são em geral limitadas pelas nervuras da folha e contêm material fecal preto visível como um traço fino dentro dos tuneis.

Causador

As moscas minadoras pertencem a família Agromyzidae, com milhares de espécies espalhadas pelo mundo. Na primavera, elas colocam seus ovos na superfície inferior das folhas. As larvas se alimentam entre a superfície superior e inferior. Elas produzem grandes tuneis tortuosos, de coloração branca, com um rastro de material fecal preto (bolinhas), que vão deixando para trás à medida que se alimentam. As moscas hibernam no solo, em restos de plantas ou em folhas caídas perto da planta hospedeira. As moscas minadoras são atraídas pela cor amarela.

Controle biológico

Infestações leves causam apenas manchas estéticas e não afetam a produtividade. Para evitar danos mais severos, pulverizar com extratos de óleo de neem ou seus preparados, que servem como obstáculo à alimentação de adultos e reduzem a postura de ovos. Vespas parasitárias que matam larvas da mosca minadora estão comercialmente disponíveis. As joaninhas são predadoras da mosca minadora.

Controle químico

Sempre considerar uma abordagem integrada com medidas preventivas junto com tratamentos biológicos, quando disponíveis. É necessário fazer a pulverização no momento certo para matar as minadoras. Os inseticidas impedem os adultos de colocarem ovos, mas não matam as larvas. Inseticidas de amplo espectro, como abamectina, bifentrina, permetrina e metoxifenozida, matam uma série de insetos, entre eles as moscas minadoras e seus inimigos naturais. Deve-se considerar em primeiro lugar o uso de espinosade, pois ele tem baixo impacto sobre inimigos naturais e polinizadores.

Medidas preventivas

  • Plantar mudas sem as moscas minadoras.
  • Não plantar espécies hospedeiras alternativas perto das plantações infestadas.
  • Utilizar armadilhas colantes amarelas ou bacias amarelas cheias de água.
  • Monitorar, coletar e destruir folhas minadas ou plantas severamente infestadas.
  • Plantar cerca viva de flores.
  • Fazer rotação de cultura com plantas não hospedeiras.
  • Evitar o uso indiscriminado de pesticidas.
  • Aplicar cobertura vegetal seca (mulch) ao redor das plantas para impedir que as moscas se reproduzam no solo.
  • Arar o solo para expor as minadoras a seus inimigos naturais.
  • Queimar partes infectadas da planta e destruir possíveis abrigos, como restos de cultura antigas.